#minutodanutri Alimentação infantil

8 jun

Olá, gente linda! 

No #minutodanutri de hoje resolvi abordar um pouco sobre um tema que considero muito polêmico, pois o que é “certo” para alguns, não é para outros e vice-versa. Há uma certa discordância também em relação aos diferentes profissionais da saúde. Por exemplo: Você leva seu bebê num pediatra e ele te fala uma coisa, daí depois você vai num nutricionista e ele te fala outra. Entendem? O que vou abordar aqui será, logicamente, relacionado à nutrição, ok?

Lembrando que eu não acho adequado que um médico, por exemplo, prescreva dietas para os pacientes, mesmo com todo o estudo que ele teve, como também não rola um nutricionista prescrever medicamentos. Cada profissão tem sua individualidade e acredito que todos devamos respeitar isso. #cadamacaconoseugalho rsrs

Mas vamos ao que interessa! Como já falei, rolam muitas dúvidas quando o tema é alimentação, principalmente a dos pequenos. Então vamos lá dar uma esclarecida em algumas coisas…

  • O leite materno deve ser exclusivo até os 6 meses de idade. Já sabemos que no leite da mãe existem todos os nutrientes que o bebê precisa naquele momento de vida, como também a água. Ou seja, até os 6 meses não existe necessidade de dar água, sucos ou chás ao seu bebê, pois além de ele já ter tudo que precisa, pode ainda prejudicar a sucção. Um outro fator relacionado à oferta desses outros líquidos, é que existe uma possibilidade deles funcionarem como um meio de contaminação, aumentando assim o risco de doenças. 
  • 6 meses: início da introdução dos alimentos. A partir dos 6 meses já podemos começar a incluir alimentos na rotina do bebê, porém a amamentação não deve ser esquecida! Essa será uma alimentação complementar e a amamentação deve continuar até os dois anos de idade ou mais. A inclusão desses novos alimentos deve ser lenta e gradual e é nesse momento também que já podemos incluir a água, sempre o mais limpa possível (tratada, filtrada e fervida). As preparações a serem adicionadas são a papa de frutas, onde as frutas são somente bem amassadinhas, e a papa salgada, que são cereais, leguminosas, carnes, legumes e verduras também bem amassados após cozimento sem sal e sem temperos. Procure sempre variar os alimentos oferecidos, além também de amassá-los e oferece-los separadamente, assim a criança poderá sentir gosto e textura de cada coisa. Essa alimentação complementar não precisa ser oferecida com rigidez de horários e sua frequência é de três vezes/dia se a criança estiver sendo amamentada, e 5 vezes/dia se ela já estiver desmamada.

Esquema alimentar a ser seguido após os 6 meses: 

tabela alimentação
Alguns alimentos que podem ser oferecidos:
grupos de alimentos
* O ovo inteiro e cozido já pode ser introduzido após os 6 meses.

  • Não desista! Estudos mostraram que podem ser necessárias de 8 a 10 exposições ao alimento, até que ele seja aceito pela criança.
  • Evite sucos até os 12 meses, pois a quantidade de fibras é inferior, se relacionado às frutas in natura. Além disso, eles normalmente são mais calóricos do que as frutas em si, pois geralmente precisamos de mais de uma fruta, que seria a quantidade que comeríamos, dependendo da fruta, para fazer o suco. Outro ponto importante é o fato de que na maioria das vezes não consumimos os sucos assim que eles são preparados, então nesse tempo do preparo até o consumo vitaminas importantíssimas são perdidas/oxidadas.
  • Evite açúcar, café, enlatados, frituras, refrigerantes, balas, salgadinhos e outras guloseimas nos primeiros anos de vida.
  • Cuide da higiene na hora do preparo e manuseio dos alimentos; garanta armazenamento e conservação adequados.
  • Lembrem-se SEMPRE de procurar orientação com um profissional qualificado para atender às suas necessidades!!!

Caso vocês queiram ler mais sobre o assunto, recomendo esse guia AQUI, que é oferecido pelo Ministério da Saúde.

aleitamento materno

Espero que tenham gostado!
E se ficou alguma dúvida, já sabem né? É só deixar um comentário aqui embaixo! 

Beeeijos, Milenna!

Anúncios

Uma resposta to “#minutodanutri Alimentação infantil”

  1. Arwen 8 de junho de 2015 às 17:06 #

    Republicou isso em Arwen Releiturase comentado:
    Gente, adorei esse post.
    Especialmente porque vejo como é complicado para mamães de primeira viagem saber o que oferecer ou não e principalmente o quanto é dificil incisitir quando o filho recusa determinado alimento.
    Não sou mãe, mas sou prima, tia, tia torta…. etc
    Sei que para quem – como eu – está de fora dar palpite e mesmo ser mais duro com a criança que os pais seriam.
    Eu sempre me pergunto e “se fosse eu? ” “Eu cosneguiria fazer certo?” Eu espero que um dia… algum dia… quando chegar a minha vez, que eu consiga sim seguir dicas como estas.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Redundâncias

Um pouco sobre o muito que eu penso

Resenha Pink

Resenhas sobre produtos de beleza pinkmente analisados! Contato: resenhapink@gmail.com

Perfeccionismos

por Milenna Leite

Rica de Marré

por Milenna Leite

Depois Dos Quinze

make, comportamento, moda e mais!

Futilish

por Milenna Leite

Pausa para Feminices

por Milenna Leite

Naturally Nicole

por Milenna Leite

Passando Blush

por Milenna Leite

Petiscos

por Milenna Leite

True Tiger Recordings

por Milenna Leite

Flavia Calina

por Milenna Leite

Juliana Goes

por Milenna Leite

Super Vaidosa

por Milenna Leite

byfafella.com

Glamour! Everyday, every minute!

Fabulous by Vivian

por Milenna Leite

rakaminelliblog.com.br

por Milenna Leite

Borboletas na Carteira

por Milenna Leite

Cozinha Fit

Sua Vida Mais Fit e Fácil!

Blog da Mimis

Qualidade de vida, comportamento e bem estar

%d blogueiros gostam disto: